Por: Assessoria de Imprensa | Publicado em: 15/05/2019 15:50:50

Adolescentes e funcionários receberam na tarde de sexta-feira (10/05) Rogério Albarelli, que contou sua história de superação e de amor à música

 

Ao som do saxofone e com repertório de músicas clássicas e populares brasileiras, o músico Rogério Albarelli se apresentou nesta sexta-feira (10 de maio) para os adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação e funcionários do CASA Cedro, no Complexo Raposo Tavares, em São Paulo.

Os jovens se emocionaram e ficaram impressionados com a história de vida do músico.

 Além do repertório musical, Albarelli palestrou sobre sua trajetória de vida, que envolve muita superação. O convite para ir ao centro socioeducativo partiu da encarregada administrativa do CASA, Carla Paula Albarelli, irmã do músico e membro da Comissão de Direitos Humanos e Diversidades local.

 Hoje, aos 41 anos, Albarelli explica que sofreu um acidente aos 17 anos, cuja consequência foi deixa-lo paraplégico. Mesmo com a limitação na mobilidade, seguiu em frente e hoje considera que possui uma vida realizada e de sucesso pessoal e profissional.

 Com mais de 20 anos de carreira, o músico já se apresentou com artistas de grande expressão na música popular brasileira, como as cantoras Elza Soares e Paula Lima, o sanfoneiro Dominguinhos, entre outros.

 Ele também integrou a Orquestra Sinfônica Jovem Tom Jobim, sob a liderança do Maestro Roberto Sion, inclusive com apresentações no Festival de Campos do Jordão, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e até para o então presidente da República, Fernando Henrique Cardoso.

 “Eu vejo esse momento como uma oportunidade de mostrar aos jovens que não existe dificuldades que não possam ser superadas. Temos que acreditar e não nos acomodarmos”, avalia a encarregada administrativa. “Na vida, a gente cai e se levanta.”