Por: Assessoria de Imprensa | Publicado em: 01/04/2019 12:33:30

Aulas da educação profissional básica aconteceram no primeiro trimestre de 2019; objetivo foi apresentar o mundo do trabalho aos adolescentes internados

 

No Estado de São Paulo, 4.362 adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação nos centros da Fundação CASA concluíram o primeiro ciclo trimestral dos cursos de educação profissional básica, realizados em parceria com o Senac-SP. As aulas aconteceram entre janeiro e março dentro dos centros socioeducativos.

A educação profissional básica na Fundação CASA segue as diretrizes previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). O objetivo é apresentar as diversas áreas de formação profissional aos adolescentes, proporcionando a ampliação do conhecimento, sensibilizando para a elevação de escolaridade e possibilitando uma melhor perspectiva de vida.

No convênio assinado com o Senac-SP, há 30 cursos divididos em sete grandes nichos: alimentação, hotelaria e eventos, moda e beleza, negócios e desenvolvimento social, tecnologia da informação, designer e a arquitetura e comunicação e artes.

As salas comportam, em média, de oito a 15 adolescentes por turma, o que proporciona um atendimento mais individualizado com maior rendimento no processo ensino aprendizagem e melhor aproveitamento dos conceitos.

“É importante ressaltar que todo o material é adquirido pela instituição e as apostilas são customizadas para o adolescente em cumprimento de medida socioeducativa, atendendo à sua especificidade”, disse a gerente de Educação Profissional da Fundação, Cristina Watanabe.

As aulas acontecem no contra turno da educação escolar, com materiais e educadores da unidade do Senac mais próxima da região onde se encontra cada centro socioeducativo.

As formações da educação profissional básica têm duração aproximada de três meses, contando com quatro ciclo ao ano. As aulas ocorrem duas vezes por semana nos próprios centros socioeducativos, totalizando de 50 horas de carga horária.