Por: Assessoria de Imprensa | Publicado em: 10/04/2019 14:25:08

Instituição apresenta dados de atendimentos e ações realizadas no primeiro trimestre de 2019, na nova gestão

 

No primeiro trimestre da nova gestão do Governo do Estado de São Paulo, a Fundação CASA apresenta o balanço das ações e dos atendimentos realizados no período para adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas de regime fechado – internação e semiliberdade –, além dos programas de internação provisória, internação sanção e atendimento inicial.

Assista ao vídeo com o balanço dos resultados no primeiro trimestre de 2019

Atualmente, cerca de 8.045 jovens estão em atendimento, sendo que cerca de 7.900 encontram-se matriculados na educação escolar, por meio da rede pública estadual. Entre 1º de janeiro e 21 de março, a Fundação atendeu a 11.313 adolescentes.

Nos primeiros três meses, a CASA obteve:

  • 47 adolescentes se classificaram no Programa Universidade para Todos (ProUni), sendo que seis alcançaram bolsas de estudo parcial ou integral em universidades privadas. No CASA Limeira, um adolescente classificou-se em primeiro lugar e recebeu bolsa integral para cursar Educação Física por ensino a distância;
  • Cerca de 1.200 jovens participaram das etapas regionais e estadual da 15ª Copa CASA de Futebol, o campeonato de futebol de campo que a Fundação promove há 15 anos em parceria com a Federação Paulista de Futebol (FPF);
  • As oficinas de arte e cultura acumularam 16.110 atendimentos;
  • 362 adolescentes concluíram o primeiro ciclo do ano dos cursos de educação profissional básica, realizados em parceria com o Senac-SP – nos centros socioeducativos com gestão compartilhada, as organizações sociais parceiras na administração realizam as formações;
  • 880 atendimentos nas aulas de educação física e esportes, que acontecem ao menos duas vezes por semana na rotina da internação;
  • Estão em funcionamento scanners corporais locados em centros socioeducativos, humanizando as revistas em familiares e visitantes;
  • Assinatura de convênio com órgãos do sistema que Justiça para capacitar funcionários dos centros socioeducativos em práticas restaurativas para solução de conflitos e cultura da não-violência;
  • Mais 20 centros de atendimento receberam monitoramento por câmeras de segurança a partir de uma central localizada na Sede da Instituição, na capital paulista.

Em janeiro, o secretário da Justiça e Cidadania, Paulo Dimas Mascaretti, assumiu também a presidência da Fundação CASA.