Por: Assessoria de Imprensa | Publicado em: 07/10/2019 20:27:39

Evento contou com a participação de 110 adolescentes

No último dia 4 de outubro, com a participação de 110 adolescentes dos centros socioeducativos, a Divisão Regional Metropolitana IV (Raposo Tavares) realizou a V Mostra Cultural da Fundação CASA com exposições artísticas e culturais. As apresentações aconteceram no auditório da sede da DRM IV, localizado no Complexo Raposo Tavares.

O evento aconteceu em duas etapas. Na primeira rodada, apresentações de oficinas de pintura em tela, grafites e desenhos artísticos desenvolvidos pelo Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária) em conjunto com os adolescentes dos CASAs Ipê, Jatobá, Nogueira, Cedro, Nova Aroeira, Jardim São Luiz I e II, Osasco I e II, Leopoldina e Pirituba. “Durante a exposição, proporcionamos aos colaboradores e visitantes momentos de reflexões artísticas e culturais por meio dos trabalhos realizados pelos jovens e pelos arte-educadores”, destacou Ronaldo dos Santos, diretor regional.

Já na segunda etapa do evento, que teve a participação dos adolescentes e arte-educadores do Cenpec, Projeto Guri e Ação Educativa, tiveram exposições dos trabalhos desenvolvidos nas oficinas de música, capoeira e dança. Para animar a V Mostra Cultural, o evento contou com a agitação da mestra de cerimônia Darilia dos Santos em companhia da adolescente Fernanda (nome fictício) do CASA Parada de Taipas.

As exposições iniciaram com o CASA Parada de Taipas com a dança tratando do tema Feminilidades. Em seguida, o CASA Ipê apresentou uma peça teatral intitulada “Puxada de rede e Maculelê" e, sucessivamente, o centro São Luiz II com um show de música com composições dos adolescentes, o centro Nova Aroeira com percussão e música de própria autoria dos jovens. Já o centro Osasco I levantou a plateia com o pout pourri de rap e samba.  O CASA Osasco II entrou com batucada e bartuques no palco, o centro Pirituba apresentou a evolução do "pagrap", o Vila Leopoldina com apresentação musical "Meninos da Leol" e, para finalizar, o centro Cedro com a música de composição dos adolescentes o samba "Tenha um bom dia".

O evento finalizou com a conexão dos Educadores do CENPEC, Guri e Ação Educativa com uma apresentação musical de samba e, um deles, de autoria do José Tadeu, cuja letra e uma defesa a não redução da Maioridade Penal.

Trabalhos realizados pelos jovens