Por: Assessoria de Imprensa | Publicado em: 24/06/2019 12:01:14

Os jogos decisivos aconteceram nesta segunda-feira (24/06), na quadra do Ginásio Poliesportivo do Pacaembu

 

 

A VII edição do Torneio de Handebol da Fundação Casa chegou ao fim. Os jogos decisivos aconteceram nesta segunda-feira (24/06), na quadra do Ginásio Poliesportivo do Pacaembu.

O centro de internação masculino, CASA Ribeirão Preto, levou a taça de campeão, depois de ter vencido por 11 a 7 o CASA São Luis I, time da capital paulista.

Entre os centros femininos, o CASA Chiquinha Gonzaga ficou em primeiro lugar, vencendo o CASA Parada de Taipas por 11 a 5. Ambos CASAs localizados na capital paulista.

Participam das partidas, os CASAs São Luiz I (DRM-IV), Peruíbe (DRL), Mogi Mirim (DRMC) e Ribeirão Preto (DRN).

Na categoria feminina participaram: Parada de Taipas e Chiquinha Gonzaga, localizados na capital paulista e Cerqueira Cesar, Anita Garibaldi, ambos em Cerqueira Cesar, interior paulista.

Para o técnico do CASA Ribeirão Preto, Edson Marrega Junior, a vitória foi consequência de um trabalho em equipe bem feito. “Treinamos bastante, estamos cansados, levantamos às 3h da manhã para viajar, mas todo esforço vale a pena quando vemos a união da equipe jogando com tática e garra”, comentou.

Para a atacante do CASA Anita Garibaldi de 20 anos, o campeonato significou bastante. “Não gostava de esporte e foi aqui que me identifiquei com a modalidade, aprendi a ter paciência, a ficar menos ansiosa. Mesmo que meu time não vença, valeu a pena, porque passei a acreditar em mim”, disse.

O goleiro de 19 anos do CASA São Luis I acredita que seguir regras foi essencial para ele. “Como no jogo, em nossa vida teremos regras para vencermos. Foi bastante difícil, muitos tropeços, mas treinamos firme e, graças ao esforço, chegamos nesta final”, comentou.

Na avaliação do gerente de Educação Física e Esporte (GEFESP) da Fundação CASA, Carlos Alberto Robles, a participação dos adolescentes permitiu a socialização. “Eles desenvolvem disciplina num clima amistoso”, disse. Robles destacou a integração entre os servidores da instituição. ”São diversas áreas reunidas num só evento, como segurança, saúde, motoristas, todos em busca de dar oportunidade ao jovem”, ressaltou.

O torneio


A sétima edição do Torneio Estadual de Handebol da Fundação CASA reúne aproximadamente 996 adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação em 83 centros em todo o Estado de São Paulo.

Cada uma das 11 divisões regionais terá um representante na etapa estadual. Na segunda etapa da categoria masculina, já no estadual, divididos em quatro grupos, as equipes disputam a classificatória para as semifinais e final.

A categoria feminina, que reúne quatro centros socioeducativos da capital e da cidade de Cerqueira César, terá disputa direta nas semifinais e final.

A fase estadual do Torneio é organizada pela Gerência de Educação Física e Esporte (Gefesp) da Fundação CASA.